Mais lidas
Geral

Estudos analisam relação entre dengue e zika

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dois novos estudos, um com macacos, feito nos EUA, e um com humanos, realizado em São José do Rio Preto (SP), propuseram-se a responder uma dúvida que estava na cabeça de médicos e cientistas: será que infecções anteriores pelo vírus da dengue poderiam agravar o efeito do vírus da zika no organismo? A resposta é não.

A suposição tinha base na teoria conhecida como ADE (potencialização dependente de anticorpos). Em resumo, anticorpos (presentes em quem teve dengue, por exemplo) se ligariam de maneira "frouxa" a outro vírus (da zika). Essa ligação fraca, em vez eliminar o segundo patógeno pioraria a infecção.

A ADE ainda seria uma possível explicação para os episódios de dengue hemorrágica.

A pesquisa com macacos saiu na "Nature Communications". A pesquisa brasileira foi publicada na revista "Clinical Infectious Diseases".

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber