Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Gestão Doria cita desobediência e multa skatistas após atropelamento

.

DHIEGO MAIA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura Regional da Sé multou, nesta terça-feira (27), os organizadores do "Go Skate Day" em R$ 20,7 mil. O evento, que comemorou o Dia Mundial do Skate, acabou marcado pelo atropelamento de ao menos quatro pessoas na rua Augusta, região central da capital paulista, no último domingo (25).

O argumento para a decisão foi o "desvirtuamento da autorização", já que os participantes se deslocaram antes do horário autorizado, disse o prefeito regional Eduardo Odloak. "Eles não tinham licença para descer antes das 10h30 e foram multados pela desobediência ao acordo."

Odloak afirmou ainda que a iniciativa de dar início ao evento antes do horário previsto "causou transtornos à logística e à segurança dos participantes" que se concentravam no Masp antes de iniciarem o deslocamento em direção ao Vale do Anhangabaú.

O valor da multa leva em consideração o tamanho do evento e a falha cometida. Ainda segundo Odloak, os organizadores terão 30 dias após serem oficialmente notificados para recorrer da multa. À Folha, o presidente da Associação Skate Day e organizador do evento, Dan Feitosa, disse que ainda não foi notificado, mas que vai pessoalmente à Prefeitura Regional da Sé para cobrar "desvio de culpa".

Feitosa defende que um outro grupo não ligado ao evento organizado por ele pode ter descido a rua Augusta antes do previsto. "Uma pessoa soltou um rojão às 9h30 e um grupo entendeu que era hora de descer", afirmou.

O rojão era o sinal combinado para o início do evento. Feitosa afirmou que a polícia já tem a identificação da pessoa que fez o disparo.

A prefeitura regional também apura a participação de outros grupos. "Se comprovada, é ainda mais grave porque essas pessoas se organizaram de forma clandestina", diz Odloak.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber