Mais lidas
Geral

Farc concluem entrega de armas na Colômbia, diz Nações Unidas

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) completaram nesta segunda-feira (26) a entrega de suas armas à missão da ONU na Colômbia, parte do acordo de paz para pôr fim a mais de meio século de conflito.

"No dia de hoje, a Missão armazenou o conjunto das armas individuais das Farc registradas: 7.132 armas, salvo aquelas que (...) servirão para dar segurança aos 26 acampamentos" onde estão concentrados cerca de 7.000 guerrilheiros, afirmou a ONU em um comunicado.

O anúncio ocorre na véspera do ato de conclusão do desarmamento que contará com a participação do presidente Juan Manuel Santos e do líder das Farc, Rodrigo Londoño, conhecido como Timochenko, em Mesetas, no centro do país, onde a guerrilha se estabeleceu e formou seu centro de operações há mais de 50 anos.

"Acabo de chegar a Mesetas, se sente grande emoção e muita expectativa", escreveu Timochenko em sua conta numa rede social. O líder das Farc vestia uma camiseta azul com a palavra "Norway" (Noruega), que junto com Cuba foi país garantidor do acordo de paz assinado em novembro do ano passado.

O ato de terça-feira (27) é considerado histórico por ser visto como o fim das Farc como guerrilha e o início da transição do grupo para a vida civil. As Farc vão se tornar um movimento político.

CONFIRMAÇÃO

Uma missão da ONU, com 450 observadores, é encarregada de confirmar o desarmamento, armazenar o arsenal e destruí-lo até 1º de setembro.

O órgão ressaltou que até agosto os guerrilheiros vão continuar em posse de um lote de armas para garantir as 26 zonas de concentração. A ONU determinou quantas armas poderão ser usadas.

Em paralelo, as Nações Unidas vão prosseguir na busca por mais de 900 abrigos e esconderijos de armas e explosivos das Farc.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber