Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Explosão de caminhão-tanque deixa 146 mortos no Paquistão

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um caminhão-tanque tombou e explodiu em uma importante estrada no Paquistão neste domingo (25), matando ao menos 146 pessoas, incluindo 20 crianças.

A explosão ocorreu após um acidente em que o caminhão tombou. Muitas das vítimas estavam tentando saquear combustível que vazava dele, segundo informações divulgadas pelo governo e por equipes de resgate.

O caminhão tombou em uma curva acentuada em uma rodovia no subúrbio da cidade de Bahawalpur.

O motorista perdeu o controle quando um pneu estourou. Após o acidente, uma multidão de pessoas se reuniu, muitas delas coletando combustível em recipientes, e o caminhão explodiu.

Equipes de resgate disseram que cerca de 80 pessoas foram feridas.

"As pessoas do local começaram a coletar o combustível quando ele explodiu, queimando todos", disse o porta-voz do governo provincial, Malik Muhammad Ahmed Khan.

O acidente aconteceu um dia antes da celebração do festival Eid al-Fitr no Paquistão, quando as famílias se reúnem para celebrar o fim do Ramadã, o mês do jejum. Muitos paquistaneses estavam nas estradas no domingo para reuniões em família por causa da festividade.

Após a explosão, um incêndio atingiu mais de cem veículos —carros, micro-ônibus e motos— na estrada que liga a cidade portuária de Karachi, no sul o país, à província de Punjab, no centro.

A polícia disse que o caminhão transportava 40 mil litros de combustível.

A área próxima ao incêndio estava repleta de utensílios de cozinha, panelas e recipientes que as vítimas carregavam para armazenar a gasolina que vazava do caminhão antes dele explodir.

"Os moradores da cidade vizinha de Ramzanpur Joya correram para o local do acidente com baldes e outros recipientes. Várias pessoas em motos pararam com o objetivo de recolher o combustível", disse o chefe da polícia regional, Raja Riffat.

"Estamos em choque. Ninguém consegue explicar o que aconteceu", disse Hafiz Sohail, que esperava para recuperar os corpos do tio e do primo de 13 anos, que morreram quando tentavam coletar combustível do caminhão.

"O que faremos agora com esta gasolina? Para que serviu tudo isto?", lamentou Sohail, que apontou para um balde no chão e disse ter visto o momento em que o motorista gritou, em vão, para que as pessoas se afastassem do caminhão.

Entre os mais de 100 feridos hospitalizados, muitos estão com queimaduras em mais de 80% do corpo.

O exército do Paquistão enviou helicópteros para transportar os feridos.

O primeiro-ministro Nawaz Sharif expressou a sua "profunda tristeza" pelo incidente e ordenou que as autoridades locais forneçam "toda a assistência médica necessária às vítimas".

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber