Mais lidas
Geral

Manifestante é morto em protesto na Venezuela; vítimas em atos somam 75

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um manifestante morreu nesta quinta-feira (22) após ser atingido por projéteis disparados pelas forças de segurança da Venezuela durante um protesto em Caracas convocado pela oposição.

A vítima foi identificada como David José Vallenilla, 22, e morreu enquanto recebia tratamento no hospital. Com isso, sobe para 75 o número de mortos na onda de manifestações contra o presidente Nicolás Maduro iniciada em abril.

No protesto desta quinta, os manifestantes foram reprimidos pela polícia enquanto tentavam chegar à sede do Ministério Público para demonstrar apoio à procuradora-geral Luisa Ortega Díaz.

Chavista dissidente, ela tem travado uma batalha com juízes do Tribunal Supremo de Justiça, acusando-os de violar a Constituição.

Também nesta quinta, Maduro afirmou em entrevista coletiva a veículos de comunicação internacionais que as manifestações da oposição "prejudicam a economia".

"Quem foi que queimou o açougue, a padaria, o mercado? Maduro? Não!", disse o presidente, acusando líderes opositores de estimular protestos violentos e ondas de saques pelo país.

Antes e durante o protesto, cinco estações de metrô de Caracas foram fechadas por causa da manifestação.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber