Geral

Ex-chanceler Helmut Kohl, arquiteto da reunificação alemã, morre aos 87

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-chanceler alemão Helmut Kohl, arquiteto do processo de reunificação da Alemanha em 1990, morreu nesta sexta-feira (16) aos 87 anos em sua casa na cidade de Ludwigshafen, informou o jornal "Bild".

Kohl chefiou a Alemanha Ocidental de 1982 a 1990 e, até 1998, governou a Alemanha reunificada, tornando-se o chanceler democraticamente eleito que permaneceu mais tempo no poder. Ele também influenciou a adoção do euro pela Alemanha.

Kohl é patriarca do partido CDU (União Democrática Cristã) e mentor da atual chanceler, Angela Merkel, que foi sua ministra.

A saúde de Kohl estava debilitada desde que ele sofreu uma queda em 2008.