Mais lidas
Geral

Em depoimento, ex-diretor do FBI revela pressão de Trump por lealdade

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-diretor do FBI James Coomey revelou em testemunho que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lhe pediu para recuar de investigação sobre condutas de Michael Flynn, que foi seu conselheiro de Segurança Nacional e é investigado por seus contatos com o governo russo.

As declarações foram antecipadas de depoimento que Coomey dará à Comissão de Inteligência do Senado, nesta quinta-feira (8).

"Eu preciso de lealdade. Eu espero lealdade", teria dito Trump durante um jantar em janeiro, de acordo com documentos divulgados um dia antes do testemunho planejado.

Na declaração, Comey afirma que, durante a refeição, Trump o perguntou se ele queria permanecer como diretor do FBI. O ex-diretor teria respondido que planejava cumprir seu mandato de dez anos e "não estava do lado de ninguém politicamente".

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber