Mais lidas
Geral

Ataques no parlamento e em mausoléu deixam ao menos sete mortos no Irã

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Atiradores invadiram o parlamento do Irã e um homem-bomba atingiu o mausoléu do Aiatolá Ruhollah Khomeini em ataques simultâneos no Irã nesta quarta-feira (7).

No parlamento, um dos invasores carregava uma bomba no corpo e se explodiu. No mausoléu, uma mulher e, depois, um homem executaram os ataques com bombas.

Ao menos sete pessoas morreram e outras quatro são feitas reféns pelos atiradores, que seguem no parlamento. A informação é da agência de notícias Tasnim e ainda não foi confirmada pelas autoridades.

O grupo Estado Islâmico assumiu a autoria dos ataques.

O governo iraniano afirma que conseguiu evitar um terceiro ataque e pediu para que a população não utilize o sistema público de transporte.

IRÃ

A mídia estatal iraniana diz que helicópteros da polícia estão circulando o prédio do parlamento e que todas as linhas de telefone celular no local foram desconectadas. Outra agência de notícias do país, a ISNA, diz que todas as entradas e saídas do prédio foram fechadas e que os parlamentares e repórteres foram forçados a ficar no local.

A TV estatal do Irã diz que são quatro atiradores dentro do parlamento e que eles carregam fuzis Kalashnikov.

O ataque ao mausoléu de Ruhollah Khomeini, fundador da República Islâmica do Irã, deixou um segurança morto e quatro feridos.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber