Mais lidas
Geral

Trump pede decreto anti-imigração mais rígido após ataque em Londres

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente dos EUA, Donald Trump, criticou o seu próprio Departamento de Justiça por pedir à Suprema Corte do país que revise uma "versão diluída e politicamente correta" do decreto anti-imigração que assinou em março.

Em uma série de tweets na manhã desta segunda (5), Trump diz que o Departamento de Justiça "deveria ter ficado" com a primeira ordem executiva. Ambas, que interrompem temporariamente a entrada nos Estados Unidos de cidadãos de países de maioria muçulmana, foram bloqueadas por tribunais americanos.

"O Departamento de Justiça deveria ter mantido a restrição de viagens original, não a versão atenuada e politicamente correta que submeteu à Suprema Corte", escreveu Trump.

A ordem assinada em março reduziu o escopo do pedido original, que foi apresentado logo na primeira semana do Trump na Presidência.

Trump também escreveu que o "o Departamento de Justiça deveria pedir uma audiência acelerada da versão atenuada da restrição de viagens ante a Suprema Corte -e buscar uma versão muito mais rígida!".

O presidente americano intensificou seus pedidos para a implementação de medidas que restrinjam a entrada de imigrantes nos EUA após os ataques de sábado (3) em Londres.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber