Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Após 30 horas, grupo que invadiu Secretaria da Cultura em SP deixa prédio

.

ISABELLA MENON

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O grupo de manifestantes que invadiu na tarde de quarta (31) a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo decidiu deixar o local na noite desta quinta-feira (1º). Houve protesto pela saída do secretário André Sturm, o quinto desde que ele assumiu o cargo, em janeiro.

"O movimento sai vitorioso na ocupação. Foi além da ocupação, saiu desse território e foi para a rua. Estamos decepcionados por sairmos dessa forma ameaçados", disseram a jornalistas. Eles afirmaram que, caso não saíssem do prédio, no centro paulistano, seriam retirados à força por policiais militares sem mandado judicial.

Milton Flavio, secretário municipal de Relações Governamentais e responsável pela negociação com os manifestantes, afirmou a reintegração de posse em prédio público prescinde de decisão judicial.

O grupo reivindica, além da saída de Sturm, o descongelamento de R$ 100 milhões para políticas públicas de programas de atividades fins e a criação de uma comissão para implantar o Plano de Municipal de Cultura.

No dia 12 de junho, haverá uma reunião com a pasta da Fazenda para discutir a liberação de mais verbas para o setor.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber