Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Cracolândia nova dobra de tamanho em um dia

.

DHIEGO MAIA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dobrou o número de viciados de drogas na praça Princesa Isabel, no centro da capital paulista, segundo balanço da Guarda Civil Metropolitana obtido pela reportagem.

Entre a noite de quarta (24) e a madrugada desta sexta (26), passou de 300 para 600 o total de usuários no local.

A praça reúne a maior concentração de viciados entre as 23 minicracolândias surgidas em São Paulo desde a operação policial contra o tráfico de drogas na antiga cracolândia, no último domingo (23).

As gestões tucanas do governador Geraldo Alckmin e a do prefeito João Doria afirmam que a ação foi planejada em conjunto.

Na manhã desta sexta-feira (26), os viciados seguiam ocupando o bosque da praça. O vaivém do grupo, o chamado fluxo, pelo terreno, era interrompido com a abordagem de assistentes sociais que buscavam dar orientações para tirá-los dali.

De frente para a nova ocupação, o clima era tenso. Os comerciantes da rua Guaianases se dizem prejudicados com a presença dos usuários. Segundo os empresários, já há registro de tentativa de furto, cortes de fiação de energia elétrica e redução significativa no número de clientes.

Uma loja de automóveis foi danificada durante a madrugada e uma igreja amanheceu com a fiação cortada.

Vanilson Carvalho, 46, que administra um restaurante, diz que o número de refeições servidas no horário do almoço vem caindo desde a chegada dos viciados. "Vai ser o fim de uma era comercial na região", afirma.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber