Mais lidas
Geral

Doria e secretário não comentam novo aumento de acidentes nas marginais

.

MARIANA ZYLBERKAN

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), não quis falar sobre o aumento dos acidentes nas marginais Pinheiros e Tietê pelo terceiro mês consecutivo desde a mudança nos limites de velocidade nas vias, em 25 de janeiro.

Doria foi procurado em coletiva de imprensa na manhã desta terça (23). A assessoria de comunicação do prefeito, no entanto, informou à reportagem que ele não comentaria o assunto, e orientou que se procurasse o secretário de Transportes, Sérgio Avelleda.

O secretário também foi procurado, mas afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que não responderia aos questionamentos. O órgão disse que o secretário não tinha nada mais a comentar além do que foi dito em nota reproduzida em reportagem publicada nesta terça-feira.

Variação de lentidão - Entre 1º.tri.2017 e o mesmo período do ano anterior

Conforme mostrou a Folha, números divulgados pelo batalhão de trânsito da PM apontaram que os acidentes com vítimas nas marginais aumentaram 29,5% em abril em comparação com o mesmo mês no ano anterior.

O percentual de aumento foi ainda maior de fevereiro a abril, três meses após a elevação das velocidades. No intervalo, o número de batidas com vítimas subiu 43% ante o mesmo período em 2016.

Em nota, a gestão Doria afirmou que a PM usa uma metodologia diferente e leva em consideração acidentes nas alças de acesso e nas pontes, locais onde não houve readequação de velocidade.

"Até agora, nenhum dos acidentes fatais ocorridos este ano, por exemplo, sugere a velocidade como causa", afirmou a CET.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber