Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Portugal fecha fronteiras para receber papa Francisco em Fátima

.

GIULIANA MIRANDA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A visita do papa Francisco à cidade de Fátima, na data em que a Igreja Católica comemora os cem anos da aparição da santa de mesmo nome, causou comoção em Portugal, onde 88% da população se declara católica.

Apesar da visita papal durar apenas 23 horas — o suficiente para Francisco rezar uma missa na cidade-santuário, anunciar a canonização de duas das supostas testemunhas da aparição e ainda se reunir com o presidente da República, o primeiro-ministro e o presidente do Parlamento —, Portugal preparou uma longa lista de homenagens, como um hino oficial, com direito a videoclipe, e até medalhas comemorativas.

Fora do aspecto religioso, a visita também provocou mudanças no dia a dia da população, a começar pelo fechamento das fronteiras.

Para garantir a segurança do pontífice, o SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) voltou a fazer o controle de passaportes e documentos também de quem chega ao país vindo de outros países da União Europeia. A medida vale entre o dia 10 e 14 de maio.

Várias fronteiras com a Espanha (único país com que Portugal tem fronteiras) foram fechadas, concentrando o fluxo em nove pontos onde o controle foi reforçado.

Desacostumados com o controle, portugueses e espanhóis acabaram se confundindo e houve confusão e engarrafamentos em vários dos centros de checagem.

Mais polêmica foi a decisão do governo de dar tolerância de ponto, uma espécie de ponto facultativo, para os funcionários nesta sexta-feira (12), dia da chegada de Francisco a Portugal.

Várias cidades seguiram o exemplo e também não cobraram a presença de funcionários. As mais de cem instituições de ensino ligadas à Igreja Católica, incluindo a Universidade, interromperam suas atividades.

As mudanças foram recebidas com críticas por alguns políticos e empresários, que argumentavam que as medidas feriam o princípio do Estado laico.

Pegando carona nos cem anos das aparições e na visita papal, diversos livros sobre o "mistério de Fátima" — tanto contra quanto à favor da existência da santa — foram lançados nos últimos meses.

INFLAÇÃO

Segundo autoridades de turismo de Fátima e da igreja, cerca de 1 milhão de pessoas são esperadas nas celebrações dos cem anos da aparição.

Com tanta gente, a inflação de produtos, serviços e, principalmente, dos quartos de hotéis, não demorou a aparecer.

Mais de um ano antes da visita, os preços dos hotéis da região de Fátima, distante cerca de uma hora de Lisboa, praticamente quadruplicaram. Duas semanas antes da chegada do papa, hotéis de duas estrelas cobravam mais de 2 mil euros (cerca de R$ 6.827) por um quarto modesto no dia 13 de maio.

Passagens de avião também sofreram reajustes significativos, assim como os tradicionais souvenires vendidos no santuário. Mesmo assim, itens como o terço de rosas, um dos mais tradicionais, esgotaram e precisaram de um estoque de reposição antes mesmo da chegada de Francisco.

PROGRAMAÇÃO

Francisco chegou a Portugal na tarde desta sexta-feira e volta para o Vaticano já na tarde de sábado (13).

Ele é o quarto papa a visitar o santuário de Fátima.

A ocasião é considerada mais especial pelos católicos devido ao centenário das aparições. Em 13 de maio de 1917, a santa teria aparecido pela primeira vez a três crianças muito humildes da região, que ficaram conhecidos como "os três pastorinhos". Eles teriam recebidos diversas outras visitas da virgem ao longo daquele ano.

O papa Francisco irá canonizar dois deles, os irmãos Jacinta e Francisco, que morrera, logo depois das visões, vítimas de um surto de gripe espanhola.

A canonização da dupla foi feita com base em um suposto milagre, considerado legítimo pelos especialistas da igreja, acontecido no Brasil.

Prima de Jacinta e Francisco, Lucia, a terceira pastorinha, tornou-se freira e morreu aos 97 anos, em 2005. Seu processo de canonização ainda está em andamento.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber