Geral

Privilégio trabalhar com o Nelson Xavier, diz diretor de 'Comeback'

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - "É um privilégio para quem está fazendo o primeiro filme poder trabalhar com o Nelson", afirmou o diretor Érico Rassi sobre o ator que morreu aos 75 anos em decorrência de um câncer na madrugada desta quarta (8).

Rassi dirigiu Nelson Xavier em Comeback, filme que estreia em 25 de maio.

Segundo o diretor, "ele é quase um coautor do filme, um protagonista absoluto e sempre trazia o jeito de pensar para compor os personagens, trazia uma visão que ele tinha muito ácida do Brasil, que enxergava como um país bem precário e periférico".

Xavier recebeu o prêmio de melhor ator no Festival do Rio em 2016 pelo seu papel no filme. Em "Comeback" ele interpreta um personagem que, enquanto planeja seu retorno ao crime, se vira tentando emplacar máquinas caça-níqueis em botecos suburbanos e se envolve em situações tragicômicas.