Geral

Novo presidente da Coreia do Sul toma posse e defende diálogo com o Norte

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O novo presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, tomou posse na manhã desta quarta-feira (10) em Seul. Seu mandato de 5 anos começou imediatamente após a confirmação da vitória na eleição pela Comissão Eleitoral do país.

Em discurso na Assembleia do país, Moon disse que iria começar "imediatamente" a tratar da tensão do país com a Coreia do Norte e seu programa nuclear. O presidente disse que irá negociar com Washington, Pequim e Tóquio para resolver a questão na península. E afirmou que visitaria Pyongyang "se as condições fossem adequadas" e se "ficasse claro que a visita fosse ajudar a resolver a crise nuclear".

O presidente nomeou dois veteranos com experiência nas relações com a Coreia do Norte para os postos de primeiro-ministro e de chefe do serviço de espionagem.

Em resposta ao escândalo de corrupção que derrubou a ex-presidente Park Geun-hye, Moon disse que entrará e deixará o cargo "de mãos vazias".

Moon, de 64 anos, é um político veterano na luta pelos direitos humanos e favorável a uma aproximação com a Coreia do Norte.