Mais lidas
Geral

Câmara de SP aprova conselho que definirá privatizações da gestão Doria

.

GIBA BERGAMIM JR.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Câmara de São Paulo aprovou em definitivo na noite desta terça-feira (9) projeto que cria o conselho de secretários que definirá os modelos de desestatização da cidade e um fundo onde será depositada toda a receita obtida com a venda, concessão ou parceria público-privada de ao menos 55 equipamentos públicos.

O texto seguirá para a sanção do prefeito João Doria (PSDB).

A expectativa é arrecadar cerca de R$ 7 bilhões ao longo do mandato com as privatizações.

Do texto final foi retirado um item que permitia à administração municipal o uso de valores em pagamentos de despesas como salários de servidores e de dívidas judiciais.

A mudança foi ordem do prefeito, que havia prometido usar as quantias somente para investimentos em áreas sociais. O item estava no projeto apresentado pelo vice Bruno Covas (PSDB) à Câmara quando Doria estava no exterior em viagem oficial.

Foram 35 vereadores favoráveis ao projeto e 7 contrários, o que mostra consolidação da base aliada de Doria.

A oposição liderada pelo petista Antonio Donato argumenta que projeto é uma espécie de cheque em branco já que entrega as concessões a um grupo de oito secretários (Desestatização e Parcerias, Governo, Fazenda, Relações Internacionais, Transportes, Saúde, Educação e Justiça).

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber