Mais lidas
Geral

Doria fecha acordo com USP para derrubar muro na raia olímpica

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), fechou acordo com a USP para dar fim ao muro que separa a raia olímpica da universidade da marginal Pinheiros, zona oeste da cidade.

A mudança que custará cerca de R$ 2 milhões será bancada por empresas, que doarão os materiais necessário para isso.

A barreira que existe ali há 21 anos será trocada por gradis.

Além de um trabalho de paisagismo, a promessa é refazer a iluminação da área e construir uma pista de corrida no espaço que separa a raia da marginal.

Uma empresa da área de Saúde doará cerca de R$ 1,6 milhão para a retirada do muro e instalação da grade.

Outra empresa fará todo o projeto de iluminação de LED (mais econômicas) e de um sistema que permite o controle dos gastos com energia elétrica. A estimativa é de que o custo disso chegue a R$ 200 mil.

Uma terceira companhia é a responsável pelo projeto, que prevê em torno de mil refletores, segundo a prefeitura.

HISTÓRIA

Construída em 1973 paralelamente à marginal, a raia olímpica é um conjunto esportivo destinado à prática do remo e da canoagem. Com 2.200 metros de extensão e 100 m de largura, foi usada em competições.

Além de ser usada em regatas, costuma ser ponto de treinamento de atletas amadores.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber