Mais lidas
Geral

Servidores do Google começam a funcionar em Cuba

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A partir desta quarta-feira (26), a internet cubana conta com os servidores do Google, mais uma etapa da abertura econômica do país. É a primeira vez que uma empresa de internet, que não seja a estatal Etecsa, opera em Cuba.

Em dezembro, o Google assinou um acordo com a estatal para melhorar a conexão local, hospedando conteúdo dentro do país. A tecnologia foi implementada agora.

Isso significa que os cubanos terão mais endereços de internet ancorados em seu país. É como se, antes, toda conexão tivesse que ser um bate e volta no exterior, o que tornava a navegação mais lenta.

O serviço não irá, por enquanto, aumentar o número de pessoas conectadas na ilha, que são menos de 2% da população, de acordo com a Open Net. O acesso ainda é feito por satélite (e não cabos subterrâneos) e, em todo o país, a velocidade de download é de apenas 124 Mb/s.

Além de poucos locais com conexão privada, é possível entrar na internet em hotéis, lanhouses, restaurantes ou em 240 locais públicos com Wi-Fi, a um custo de US$ 1,50 por hora, segundo a Associated Press.

A Etecsa planeja expandir a internet gratuitamente para 2.000 domicílios em 2017.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber