Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - EUA lançam 'mãe de todas as bombas' em esconderijo do EI no Afeganistão

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os EUA lançaram no Afeganistão nesta quinta-feira (13), pela primeira vez, sua mais poderosa bomba não nuclear, de acordo com informações do Pentágono.

A bomba GBU-43/B, conhecida como "mãe de todas as bombas", foi lançada de um avião MC-130 na província de Nangarhar, em área onde estariam túneis usados pelo grupo radical Estado Islâmico.

De acordo com o jornal "The Independent", o projétil, projetado pela Força Aérea dos EUA, em 2002, pesa mais de dez toneladas, sendo 8.164 quilos de explosivos.

O general John Nicholson, chefe das forças americanas no Afeganistão, disse que a gigantesca bomba é "munição adequada para reduzir os obstáculos e manter o impulso de nossa ofensiva contra as forças do EI".

"Os Estados Unidos levam muito a sério a luta contra o Estado Islâmico e, para destruí-los, temos que tirar o espaço de operação deles. Foi o que fizemos", disse Sean Spicer, porta-voz da Casa Branca, que também declarou: "Todas as precauções necessárias para evitar vítimas civis e danos colaterais como resultado desta operação foram tomadas".

Horas antes, o ditador sírio Bashar al-Assad afirmou que o governo americano protege o terrorismo com suas ações: "Os Estados Unidos não são sérios [na busca] de qualquer solução política. Eles querem usar o processo político como um guarda-chuva para os terroristas", disse em entrevista sobre o ataque americano a seu país, no último dia 6.

Ainda não há detalhes sobre os estragos causados pelo artefato.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber