Mais lidas
Geral

Morre na Itália aos 92 anos cientista político Giovanni Sartori

.

DIOGO BERCITO

MADRI, ESPANHA (FOLHAPRESS) - Morreu na segunda-feira (3) o cientista político italiano Giovanni Sartori, autor de estudos clássicos como "Teoria da Democracia Revisitada".

Nascido em Florença em 1924, Sartori era conhecido por sua mordacidade e humor, com que analisou sistemas políticos e partidos, dois de seus principais temas. Sartori também dedicou-se aos estudos da comunicação.

Ele fundou a primeira cátedra de ciência política da Itália e lecionou na Universidade Columbia, nos EUA.

São seus os termos "mattarellum" e "porcellum", correntes na Itália, designando um sistema eleitoral misto e um outro proporcional.

Sartori escrevia ao jornal "Corriere della Sera", onde frequentemente criticou o ex-premiê Silvio Berlusconi.

Nos últimos anos de vida, ele tratou de assuntos contemporâneos como migração e islã e criticou o multiculturalismo na sociedade.

"O imigrante pode fazer o que quiser em sua casa, mas precisa aceitar as regras do Estado que lhe acolhe", disse.

Ele morreu aos 92 anos em sua cidade natal, enfermo com um câncer de garganta.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber