Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Trump remove seu estrategista-chefe do Conselho de Segurança Nacional

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, removeu seu polêmico estrategista-chefe, Stephen Bannon, do Conselho de Segurança Nacional, revogando a controversa decisão inicial de dar a Bannon acesso às reuniões do órgão.

Um novo memorando sobre a composição do Conselho de Segurança Nacional foi publicado nesta quarta-feira (5) e não lista Bannon como membro do Comitê Diretor, um grupo de especialistas militares e civis que se reúnem para discutir assuntos importantes ligados à segurança nacional.

A incorporação de Bannon ao conselho foi criticada nos EUA sob o argumento de que ele tinha pouca experiência na área, além de ser inadequado para o assessor político desempenhar um papel em questões de segurança nacional.

Bannon capitaneava o Breitbart News, site ultraconservador acusado de racismo e xenofobia.

Segundo o jornal "The New York Times", a mudança foi orquestrada pelo conselheiro de Segurança Nacional, o tenente-general Herbert Raymond McMaster. Ele é considerado um dos principais intelectuais do Exército e foi bastante crítico da forma como o governo George W. Bush iniciou a guerra no Iraque, em 2003.

A reorganização do conselho, que acontece dois meses após a incorporação de Bannon e a queda do conselheiro Michael Flynn após um escândalo envolvendo a Rússia, representaria uma tentativa de McMaster manter o controle dos assuntos de segurança nacional.

O órgão fica agora sob a gerência de McMaster ao invés de uma entidade separada, como Trump havia determinado em janeiro.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber