Mais lidas
Geral

Para Sophie Charlotte, campanhas contra assédio mostram 'momento maravilhoso para ser mulher'

.

FELIPE GIACOMELLI, ENVIADO ESPECIAL

RIO DE JANEIRO (RJ) - Sophie Charlotte e Maria Casadevall fizeram parte do grupo de funcionárias da Globo que usaram camisetas, nesta terça (4), em apoio à figurinista Susllem Tonani, que acusou José Mayer de assédio. O ator foi suspenso por tempo indeterminado de produções da Globo e publicou uma carta de desculpas.

As atrizes conversaram com a reportagem na noite desta terça (4), durante lançamento de "Os Dias Eram Assim", nova novela das 23h da emissora.

"Acho importantíssimo se manifestar e louvar a coragem dessa ​moça, porque são histórias que acontecem com muitas mulheres todos os dias. E a história se constrói a partir dessas atitudes corajosas, que acabam trazendo a discussão e jogando luz sobre esses outros casos que não são ditos, não são falados", diz Casadevall.

Mãe de Otto, 11 meses, Sophie afirma que pensar em questões de gênero para a formação das crianças é fundamental. "A gente precisa repensar como a gente cria não só os meninos, mas também as meninas, com equidade, mais generosidade, mais humanidade."

Para ela, este é um momento "maravilhoso para ser mulher", porque os debates acerca dos direitos femininos têm sido fomentados em várias instâncias.

"[É hora de ] se questionar e se unir com afeto e promover uma revolução de ideias que possam se transformar em uma revolução nas nossas ações, que se tornem concretas. A gente está repensando, a gente está trazendo uma questão para ela ser resolvida, para não ficar mais na obscuridade."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber