Mais lidas
Geral

Arara em extinção é devolvida ao Brasil após ser contrabandeada para a Argentina

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um macho de arara-azul-de-lear, espécie ameaçada de extinção, foi devolvido ao Brasil após ser contrabandeado para a Argentina. A ave chegou ao país pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos, às 10h, desta quarta-feira (5) e passará por quarentena em São Paulo antes de ser levada para um criadouro científico em Minas Gerais. As informações são da Agência Brasil.

Segundo Murilo Reple Penteado Rocha, superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis em São Paulo, a arara foi encontrada pela autoridade argentina com um comerciante ilegal em 2007. Após ser apreendida, a ave ficou em um zoológico em Buenos Aires até o final do julgamento do crime ambiental pela justiça argentina.

O superintendente explica que esta arara não poderá ser devolvida à natureza, mas servirá para a reprodução. “Existe um programa no Ministério do Meio Ambiente para a conservação da espécie. A vida de um exemplar é importante porque a ideia é aumentar a população [de arara-azul-de-lear]”.

A arara-azul-de-lear vive na caatinga, na região do Raso da Catarina, nordeste da Bahia. Foram catalogadas 1.358 aves dessa espécie na natureza brasileira. O tempo de vida estimado é 50 anos. Suas principais ameaças são destruição do habitat, da palmeira licuri, que serve de alimento, e o tráfico de animais silvestres.

O acordo entre Brasil e Argentina foi possível, pois os países são signatários da Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Flora e da Fauna Selvagens Ameaçadas de Extinção, que controla o comércio de fauna e flora silvestres.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber