Mais lidas
Geral

Prefeitura quer que empresa doe recapeamento

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A gestão Doria (PSDB) lançará um novo programa de tapa-buracos e asfaltamento e que deve ter como vitrine o recape da avenida Paulista.

Batizado como Asfalto Novo, o programa incluirá doações de material pela iniciativa privada e um acordo com concessionárias que atuam na capital.

Doria quer que empresas como Sabesp, Eletropaulo e Congás façam o recape de uma área de 50 m² sempre que precisarem abrir um buraco. Além de muitas vezes haver demora para esse tipo de reparo, a grande quantidade de buracos tapados também torna as vias mais acidentadas.

Outro ponto será a doação de recape de ruas pela iniciativa privada. Nos últimos anos, tem diminuído esse tipo de serviço, o que a gestão Doria agora quer acelerar.

O tucano pretende utilizar a verba do fundo de multas da CET para melhorar a qualidade do asfalto.

O ex-prefeito Fernando Haddad (PT) chegou a ser processado por utilizar este fundo para custeio da companhia e construção de corredores de ônibus e ciclovias. Ele acabou inocentado da acusação de improbidade administrativa.

Na última semana, a Justiça de São Paulo derrubou o veto que suspendia esse uso da arrecadação de multas. A decisão foi justificada por afirmação de que, sem a verba do fundo, há o risco de "lesão ao patrimônio público e ao interesse coletivo".

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber