Geral

ATUALIZADA - Explosão em metrô de São Petersburgo, na Rússia, deixa mortos

.

DIOGO BERCITO

MADRI, ESPANHA (FOLHAPRESS) - Uma explosão no metrô de São Petersburgo, no oeste da Rússia, deixou ao menos dez mortos nesta segunda-feira (3) segundo as agências de notícias locais. Haveria também dezenas de feridos.

As informações foram confirmadas pelas autoridades russas, que investigam as causas do incidente, sem descartar a possibilidade de um atentado terrorista. Uma segunda explosão, mencionada por algumas testemunhas, não foi confirmada.

Circulam imagens de destroços em uma plataforma e pessoas deitadas no chão. A porta de um dos vagões está danificada pelo que parece ser uma explosão e há fumaça dentro do túnel. Em um vídeo, passageiros tentam resgatar vítimas de dentro do trem, entre as ferragens.

O presidente russo, Vladimir Putin, estava na cidade -a segunda em tamanho na Rússia- e planejava se reunir ali com o presidente de Belarus, Alexander Lukashenko. Ele foi informado sobre a explosão, segundo seu porta-voz, Dmitry Peskov.

Putin afirmou que ainda é "muito cedo" para determinar o que causou o incidente, mas que poderia ser uma ação "criminosa ou terrorista". Ele disse que está em contato com o serviço de segurança e ofereceu condolências às famílias das vítimas.