Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Turista argentina baleada em Santa Teresa, no Rio, está em estado grave

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Quatro turistas entraram na tarde desta segunda-feira (27), por engano, no Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, na região central do Rio. Ao entrar na comunidade, o carro em que estavam foi alvejado.

No carro estavam dois casais -um argentino e outro espanhol- que iam em direção ao Corcovado, com auxílio de um aplicativo de localização. Por engano, o carro entrou na comunidade e foi recebido a tiros por homens armados.

A turista argentina, Natáli Cappetti, foi ferida na perna e na barriga. Com ajuda da polícia, ela foi socorrida pelo marido e encaminhada ao hospital Sousa Aguiar, na região central da cidade.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, Cappetti passou por cirurgia na noite desta segunda e seu estado de saúde é estável, porém, grave.

A Polícia Civil informou que foi instaurado um procedimento para apurar as circunstâncias em que os turistas foram abordados na comunidade Morro dos Prazeres.

O caso foi registrado na Deat (Delegacia de Apoio ao Turista) como homicídio tentado. Segundo a polícia, diligências estão em andamento para identificar os autores do crime.

OUTRO CASO

Em dezembro passado, um turista italiano foi morto a tiros ao entrar, também por engano, na favela do morro dos Prazeres, em Santa Teresa. Ele estava de moto, acompanhado de um amigo, também italiano, que ocupava outra motocicleta.

De acordo com a polícia, Roberto Bardella, 52, levou um tiro na cabeça ao ser abordado por um grupo de oito homens armados. Bardella não entendeu a ordem de parar dada por traficantes e acabou baleado, morrendo ainda no local. Ele estava com Rino Polato, 59.

A juíza Maria Izabel Pena Pieranti, do Plantão Judiciário do TJ, decretou a prisão de seis suspeitos de envolvimento no crime, após Polato reconhecê-los por fotos da polícia. Ela afirma na decisão que o crime "evidencia a extrema vulnerabilidade dos cidadãos que aqui vivem ou por aqui passam" e ressalta a escalada da violência na cidade.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber