Mais lidas
Geral

Suspeito de furto é espancado no Cordão da Bola Preta

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma briga assustou os foliões do Cordão da Bola Preta, na manhã deste sábado (25). Um rapaz acusado de furtar integrantes do bloco foi espancado. Seguranças rapidamente contiveram a briga, e o suspeito foi retirado do bloco.

Foliões reclamaram que grupos de mais de 10 jovens realizaram furtos de celulares e de cordões. Eles lamentaram não haver policiamento no local para inibir os furtos.

"Não tem segurança nenhuma aqui. Eu nunca deixo meu filho vir de cordão, mas hoje não lembrei e ele foi roubado", contou Nelson Mafiacini. Ele e o filho de 10 anos foram atendidos pela organização do bloco.

Apesar da confusão, o bloco continuou o desfile pela avenida Primeiro de Março.

DESTAQUES

Destaques, a cantora Maria Rita e a atriz Leandra Leal chegaram ao bloco em cima da hora do desfile e foram bastante festejadas pelos foliões. As duas desfilam no Bola desde 2009.

"Estar no Cordão da Bola Preta é fazer história. Ano que vem vai completar 100 anos de desfile", disse Maria Rita, que é madrinha do bloco. "Para mim, o Carnaval de rua, aqui no centro, é a melhor coisa. As pessoas vêm com fantasias criativas e pulam soltas."

O desfile teve início às 10h07, com a tradicional marchinha "Quem não chora não mama", seguida por "Cidade Maravilhosa".

Uma das principais atrações do Cordão da Bola Preta, o sambista Neguinho da Beija-Flor foi bastante tietado antes de subir ao carro de som, onde ele puxaria as marchinhas de carnaval.

Conhecido por seu desempenho à frente da escola de samba Beija-Flor, ele afirma que foi revelado pelo Bola Preta em 1973. Foi só em 1975 que chegou à agremiação de Nilópolis, na Região Metropolitana do Rio.

"Eu faço parte disso. O Bola Preta é o começo da minha história", conta Neguinho.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber