Mais lidas
Geral

Ataques suicidas deixam ao menos 42 mortos em Homs

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dois atentados suicidas contra prédios dos serviços de segurança no centro da cidade síria de Homs deixaram ao menos 42 mortos neste sábado (25).

Entre as vítimas estão o chefe da segurança militar, Hassan Daabul, e o chefe da segurança do Estado, Ibrahim Darwish.

De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), os ataques atingiram as sedes da Segurança do Estado e da Inteligência militar, situadas em dois distritos do centro de Homs, terceira maior cidade síria.

Na manhã deste sábado, a organização Libertação do Levante, filial da Al-Qaeda na Síria, reivindicou a autoria dos atentados em comunicado publicado na internet.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber