Mais lidas
Geral

Reprovação ao governo de Donald Trump chega a 55%, mostra pesquisa

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente dos EUA, Donald Trump, atingiu na sua quarta semana de governo a maior reprovação desde o início de seu mandato, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira (23) pela Universidade Quinnipiac.

Segundo o instituto, 55% dos entrevistados rejeitam o republicano, contra 44% e 51% dos estudos anteriores, em 26 de janeiro e 7 de fevereiro. Por outro lado, 38% o aprovam, dois pontos percentuais a mais que no início do mês.

A aprovação é 31 pontos menor que a obtida por seu antecessor, Barack Obama, na primeira pesquisa de seu governo, em março de 2009, e é igual à mais baixa do democrata, registrada em dezembro de 2013.

A maioria dos consultados pela Universidade Quinnipiac reprova as medidas de política externa do presidente. Mais da metade é contra o manejo de Trump na política externa (56%) e na política de imigração.

No caso dos decretos referentes ao assunto, a oposição é maior que o apoio no caso do veto de imigrantes de países islâmicos (53%), da suspensão da entrada de refugiados de todos os países (60%) e dos sírios (68%).

O republicano é visto por 58% dos entrevistados como alguém que faz mais para dividir o país, enquanto 36% pensam que ele quer unir. A instituição ouviu 1.323 pessoas os dias 16 e 21. A margem de erro é de 2,7 pontos percentuais.

MÍDIA

Um dos alvos de Trump, a imprensa é considerada mais confiável que ele para dizer a verdade (52% a 47%). Porém, tanto o tratamento do presidente aos jornalistas quanto a situação contrária são reprovados (61% a 50%).

Sobre os sentimentos que desperta, o republicano é qualificado como desequilibrado por 63% dos consultados e não tem habilidades de liderança para 55%, o mínimo desde que assumiu, em 20 de janeiro.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber