Mais lidas
Geral

Guarda do Rio interdita av. Presidente Vargas e reforça patrulha no Carnaval

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio) interditará o trânsito em pontos da avenida Presidente Vargas, a partir da meia noite desta sexta-feira (24). O bloqueio será para garantir a concentração dos carros alegóricos e outros materiais das escolas do Grupo A que desfilam no Sambódromo da Marques de Sapucaí, no centro, durante o Carnaval.

Além disso, a GM-Rio afirma que reforçará o patrulhamento, com uma operação especial de trânsito, nos pontos onde serão realizados os bloquinhos de carnaval da cidade. As mudanças no tráfego duram até primeiro de março, Quarta-Feira de Cinzas, e acontecerão novamente nos sábado (4) e domingo (5), quando acontece o desfile das escolas campeãs na Sapucaí.

A apresentação das Escolas de Samba do Grupo A do começam no próximo domingo (26). No primeiro dia, seis agremiações se apresentam ao público -Paraíso do Tuiuti, Acadêmicos do Grande Rio, Imperatriz Leopoldinense, Unidos de Vila Isabel, Salgueiro e Beija-Flor.

Outras seis escolas de samba participam do segundo dia de desfiles, na próxima segunda-feira (27). União da Ilha do Governador, São Clemente, Mocidade Independente de Padre Miguel, Unidos da Tijuca, Portela e Mangueira, campeã do ano passado, fecham o evento.

Para o patrulhamento nos bloquinhos, a GM-Rio empregará um efetivo total de 5.493 agentes, distribuídos por turnos em diversos bairros de todas as regiões da cidade. Segundo a Guarda Municipal, o planejamento foi elaborado com base na expectativa de público e no impacto que as atrações causam na cidade.

Em apoio ao Carnaval de rua, a GM-Rio ainda vai empregar 789 guardas no patrulhamento em geral, 222 deles atuando no controle do trânsito. Entre os pontos de folia com maior movimento, estão a Cinelândia e a Praça Tiradentes, no Centro; e bairros da Zona Norte, como Méier, Madureira, Irajá, Vista Alegre, Vila Isabel e Tijuca.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber