Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Após conflito em presídio em Goiás, cinco são mortos e 35 ficam feridos

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Cinco presos e outros 35 ficaram feridos, após uma rebelião de detentos na Penitenciária Odenir Guimarães, nesta quinta-feira (23) em Aparecida de Goiânia, de acordo a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSPAP).

A pasta declarou, em nota à imprensa, que a situação já está "sob absoluto controle". Não houve reféns durante o conflito entre os detentos. Até o momento, não há suspeita da participação de facções criminosas.

A rebelião ocorre um dia depois de o historiador Ricardo Balestreri ser anunciado como novo secretário de segurança publica no Estado.

Entre os mortos estão Willian Seixas Silva Barbosa, conhecido como Tomate, Thiago "Topete" César de Souza e Alexandre Batista França. Os outros dois ainda não foram identificados. Os 35 feridos, segundo a SSPAP, foram levados para o hospital e já estão sob cuidados médicos.

Assim que o conflito começou, a Secretaria de Segurança solicitou o apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros para auxiliar no socorro dos envolvidos.

Na nota divulgada à imprensa, a pasta afirmou que as vítimas foram mortas e feridas "em decorrência da ação dos próprios presos" e que não houve "responsabilidade de nenhuma força policial" no episódio.

Duas armas foram encontradas em poder dos detentos, após policiais e servidores da SSPAP realizarem uma varredura nas celas da penitenciária. As polícias Civil e Técnico-Científica também foram chamadas para investigar a motivação do conflito e a causa das mortes e ferimentos.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber