Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Um dia depois, Brasil revoga regra de residência temporária a venezuelanos

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo Michel Temer cancelou a autorização de residência temporária de dois anos a cidadãos de países que fazem fronteira com o Brasil e estão fora do Acordo de Residência do Mercosul, que beneficiava principalmente os venezuelanos.

A revogação foi publicada no "Diário Oficial" da União desta quinta-feira (23), um dia após a resolução original do Conselho Nacional de Imigração ter sido publicada no "Diário Oficial".

Embora a medida se estendesse aos cidadãos de Guiana, Suriname e Guiana Francesa, eram os vizinhos do país governado por Nicolás Maduro quem acabariam usando a regra para fugir da crise econômica, política e humanitária.

O Brasil era o segundo país a relaxar leis migratórias para os venezuelanos depois que a Comissão Interamericana de Direitos Humanos pediu aos membros da OEA (Organização dos Estados Americanos) que protegessem os nacionais do país devido à crise.

Ainda não há estimativas de quantas pessoas seriam beneficiadas. No último dia 3, o Peru anunciou a concessão de vistos de residência temporária de um ano para os imigrantes, o que deveria beneficiar cerca de 6.000 pessoas.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber