Mais lidas
Geral

Em Dubai, Doria diz que terminais de SP privatizados terão ar-condicionado

.

DIOGO BERCITO, ENVIADO ESPECIAL

ABU DHABI, EMIRADOS ÁRABES (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), iniciou nesta segunda-feira (13) seu "road show" pelos Emirados Árabes Unidos em um atípico dia nublado e arenoso.

Em Dubai, onde pontos de ônibus são climatizados para humanizar o verão com sensação acima de 50°C, Doria anunciou que as privatizações e concessões de 29 terminais rodoviários paulistanos incluirão a exigência de ar-condicionado.

O prefeito veio ao Golfo para apresentar seu programa de investimentos, cujos 55 lotes incluem a privatização e a concessão de terminais rodoviários como Barra Funda, Bandeira e Itaquera. Além do ar-condicionado, Doria afirmou que os terminais também precisarão ter creches, unidades do Poupatempo e estabelecimentos comerciais, em espaços monitorados por câmeras.

Seu primeiro encontro em Abu Dhabi, emirado vizinho a Dubai, foi com o fundo de investimento Mubadala, que em 2012 apostou na holding de Eike Batista e, com o colapso do império do empresário, teve de reestruturar sua participação no Brasil. "Eles começaram a reunião dizendo que recuperaram os investimentos."

Doria concentrou-se nos terminais rodoviários, em Interlagos, no Anhembi e no Pacaembu, carros-chefe de seu programa de privatizações. "Marcamos um gol ao despertar o interesse dele", disse. Representantes do fundo devem visitar São Paulo e conhecer o Mercadão, após um passeio de helicóptero com o prefeito. O fundo não quis comentar nenhum dos planos.

Em reunião com Mohamed Al Muhairi, diretor-geral da Câmara de Comércio de Abu Dhabi, Doria mostrou uma pasta com todos os projetos disponíveis. A estratégia foi elogiada por Muhairi, que disse sobre as privatizações: "Esse é o futuro".

Doria visitou também o fundo Adia, que participa do hotel Four Seasons da avenida das Nações Unidas, com abertura prevista para este ano.

ORDEM

Comentando a pesquisa Datafolha deste domingo (13), Doria afirmou que sua meta é ampliar a aprovação de sua gestão, avaliada por 44% dos paulistanos como boa ou ótima. "Desejamos chegar aos cem dias com mais de 50% de aprovação."

O caminho entre Dubai e Abu Dhabi, coberto em pouco mais de uma hora de estrada, passava por um muro com desenhos retratando o cotidiano da população local. Doria diz ter visto o grafite. "Está em ordem", avaliou. "Aqui não tem pichação. Vai preso e condenado. A zeladoria urbana é exemplar."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber