Geral

Multidão invade memorial em SP para ver bloco de carnaval em inglês

.

PAULO SALDAÑA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma multidão invadiu o memorial da América Latina, zona oeste da capital, para o que foi chamado a abertura do carnaval. A atração principal era o bloco carioca Sargento Pimenta, que homenageia os Beatles em ritmo de samba.

A expectativa de público da organização do evento era de 20 mil pessoas. Até as 20h não havia estimativa oficial, mas a presença era bem maior do que se esperava -não havia controle de acesso.

Muita gente pulava as grades e houve pequenas confusões no acesso. A organização não relatou ocorrências mais graves.

Desde o meio da tarde era quase impossível andar pela praça do memorial. Até a rampa que passa sobre a avenida Auro Soares de Andrade estava apinhada de gente. Os organizadores tiveram que pedir para que as pessoas não se arriscassem além do parapeito da rampa.

A designer de moda Nathalia Kalil, 27, foi uma das pessoas que pulou o portão para acompanhar a festa. Ela mora próximo e chegou às 15h30.

"As pessoas fizeram uma escada pra gente subir", diz ela, fã da banda britânica e do bloco. Acompanhou a apresentação da grade, em frente ao palco. "O primeiro ano em que eles tocaram no Rio [em 2010] eu estava lá e escutei que teria um bloco de Beatles. Nem tinha ninguém. Depois todo os anos que eles vieram a São Paulo eu fui, eu amo", diz.

Ao contrário do que o bloco carioca costuma encontrar no Rio, nem todos no memorial estavam fantasiados. A maioria mantinha adornos na cabeça, como penas de índio e orelhinhas de coelho. Os fortões preferiam mostrar o peitoral sem camisa.

O funcionário público Pierro Parronchi, 31, diz que fez seu máximo. Atrasou os amigos para finalizar sua fantasia de "Onde está Wally?", pintando de canetinha listras vermelhas numa camiseta branca.

"Demorei três horas pra acabar", disse. A colega dele, Ana Flávia Cruz, 24, não gostou muito do estilo "confinado" do bloco no memorial. "É um bloco goumetizado", disse ela, que veio de Santo André, no ABC, para curtir o carnaval na capital.

O Sargento Pimenta iniciou sua apresentação às 19h25. O evento tem previsão de término às 22h. Antes dele, houve outro bloco carioca também famoso, o Bangalafumenga.

A programação continua no domingo (12). A concentração é às 12h e, às 13h30, o bloco Exagerado, que presta homenagem ao Cazuza, faz sua apresentação. Às 16h30, é a vez dos baianos do BaianaSystem. O grupo se consolidou como revelação da música de Salvador nos últimos anos ao misturar a tradições populares, guitarra baiana e referências da música eletrônica.