Mais lidas
Geral

Terremoto no sul das Filipinas mata ao menos seis e deixa 120 pessoas feridas

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ao menos seis pessoas morreram e mais de 120 ficaram feridas depois que um forte terremoto atingiu a ilha de Mindanao, no sul da Filipinas, na noite de sexta-feira (10). Os tremores prejudicaram estruturas de prédios e provocaram queda da eletricidade em muitas áreas.

O terremoto de magnitude 6,7 ocorreu a uma profundidade de 10 km e o epicentro foi de cerca de 13 km a leste da cidade de Surigao, informou o Geological Survey dos EUA. Foi descartado o perigo de tsunami na região.

Renato Solidum, chefe da agência sísmica das Filipinas, disse na rádio na manhã de sábado que 89 réplicas dos tremores foram registradas e que mais poderiam ser esperadas, mas é improvável que causem danos significativos. As pessoas correram para espaços abertos e passaram a noite em parques e áreas de abrigo, de acordo com relatórios de rádio.

A cidade de Surigao, situada a mais de 700 quilômetros da capital Manila, ficou sem eletricidade. Muitos habitantes ficaram presos sob os escombros de prédios, o suprimento de água foi interrompido, uma ponte e um hotel entraram em colapso e algumas casas foram danificadas, disse o Conselheiro da Cidade de Surigao, Rise Recabo, à rádio local.

O terremoto de sexta-feira foi o mais forte desde que a cidade foi abalada por um terremoto de 6,9 em 1879, disse Solidum. Em outubro de 2013, porém, as ilhas centrais das Filipinas foram atingidas por um terremoto de magnitude 7,1, que deixou 220 mortos e destruiu igrejas históricas.

Oficiais fecharam o aeroporto de Surigao por causa de rachaduras na pista e todos os voos foram cancelados. As autoridades declararam estado de calamidade em Surigao.

As Filipinas estão no Anel de Fogo do Pacífico, região geologicamente ativa e que sofre terremotos frequentes.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber