Geral

Técnico de iluminação confessa ter furtado joias dos prêmios Goya

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um técnico de uma empresa de iluminação confessou ter furtado joias avaliadas em 30 mil euros, cerca de R$ 100 mil, dos bastidores dos prêmios Goya, espécie de Oscar espanhol, no dia 4 de fevereiro. Ele se entregou na noite desta quinta (9) à polícia de Madri.

Sem antecedentes criminais, o homem de cerca de 50 anos, que trabalhou nos bastidores da premiação, disse ter encontrado os colares e brincos numa caixa atrás de um monitor de televisão num dos quartos do hotel Auditorium Marriott, onde ocorreu a cerimônia.

Ele disse à polícia espanhola que a porta estava aberta e que, por isso, achou que as peças não passavam de bijuteria. Segundo o jornal "El País", ele também disse querer guardar as peças como recordação da cerimônia, mas decidiu se entregar depois de acompanhar a repercussão do caso pelas notícias.

Ele deve responder pelo crime de furto, porém com pena menor por ter confessado, podendo encarar de 6 a 18 meses meses de prisão.