Geral

Doria diz que programa para tirar viciado da cracolândia sai até junho

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse na manhã desta terça-feira (7) que, até o fim deste semestre, iniciará o projeto para retirada de dependentes químicos da região da cracolândia, na Luz (região central).

O tucano participou de reunião com integrantes da administração municipal e do governo estadual no centro de operações da PM.

A pauta do encontro era o programa Redenção, que prevê dar fim ao fluxo de viciados na região da Luz e em outras seis cracolândias espalhadas pela cidade.

"O programa será colocado em prática ainda no primeiro semestre desse ano. Como foi lembrado na reunião, é um programa contínuo, que você não faz apenas em um dia, em uma semana. Você executa num prazo relativamente curto, mas você mantém isso permanentemente", disse Doria.

Segundo o prefeito, o projeto envolverá um conjunto de ações sociais, policiais, de saúde e zeladoria nas região onde há concentração de usuários de crack.

"Eles não vão mais ficar na rua. Receberão o tratamento clínico necessário, o atendimento social que devem ter e isto vai ocorrer dentro de um programa coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social do município e do Estado e pelas secretarias de Saúde, do Estado e da prefeitura de São Paulo", afirmou.