Geral

Bienal de Veneza escala Paulo Bruscky e outros três artistas brasileiros

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Quatro artistas brasileiros, Ayrson Heráclito, Erika Verzutti, Ernesto Neto e Paulo Bruscky, estarão na mostra principal da próxima Bienal de Veneza, que começa em maio. Eles foram escalados pela francesa Christine Macel, à frente desta edição da mostra.

Bruscky é um dos mais relevantes artistas da história da performance e da arte conceitual no país, enquanto Neto é outro nome com grande trânsito internacional -ele já representou o Brasil na edição de 2001 do evento italiano, considerado o mais tradicional do mundo.

Heráclito e Verzutti são nomes em ascensão no circuito global. Também conhecido por suas performances, além de fazer fotografias, Heráclito trabalhou com Marina Abramovic em sua retrospectiva paulistana. Já Verzutti foi uma das grandes revelações da última Bienal de São Paulo, no ano passado.

Outro brasileiro que estará na mostra é a artista Cinthia Marcelle, que ocupará sozinha o pavilhão do país nos Giardini, conforme antecipado pela coluna "Plástico".