Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Polícia prende três suspeitos de matar cantora do Kaoma no Rio de Janeiro

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A polícia prendeu nesta quinta-feira (19) três suspeitos de envolvimento na morte da cantora Loalwa Braz, do grupo de lambada Kaoma. Ela foi encontrada morta carbonizada, no início da manhã, dentro de seu carro, na estrada da Barreira, em Saquarema (RJ).

Segundo a polícia, Wallace de Paula Vieira, 23, se apresentou como testemunha à polícia afirmando ser funcionário da pousada da cantora. Num primeiro momento, ele disse ter presenciado quando bandidos entraram no local, roubaram objetos e sequestraram Loalwa. A história, porém, tinha contradições e ele acabou confessando o crime.

Investigações da polícia apontam que Vieira chegou à pousada Azur no fim da noite de quarta (18) com Gabriel Ferreira dos Santos, 21, e Lucas Silva de Lima, 18. Eles arrombaram a porta, imobilizaram a cantora e roubaram objetos de valor.

Loalwa teria resistido e entrado em luta corporal com os bandidos, que a agrediram com pauladas e facadas até que ela desmaiasse. Ela foi levada pelo trio durante a fuga, mas como o carro apresentou problemas, foi incendiada dentro do veículo.

Gabriel Ferreira dos Santos foi preso no centro do distrito de Bacaxá. Segundo a polícia, ele estava com o celular e o cartão bancário da vítima. Já Lucas Silva de Lima foi localizado em Guarani, também em Saquarema.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber