Mais lidas
Geral

Em nota, ministro da Justiça diz que lamenta mortes de presos no RN

.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirmou, por meio de nota divulgada por sua assessoria neste domingo (15), que "lamenta" as mortes ocorridas em rebelião na Penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte.

Segundo a nota, o ministro "agradece, em nome do presidente Michel Temer, o empenho das forças policiais que atuaram em defesa da sociedade, evitando fugas e controlando a situação".

Pelas redes sociais, o presidente Michel Temer também afirmou que está acompanhando o assunto e que determinou ao ministro que prestasse "todo o auxílio" ao governo do Estado.

Michel Temer

As autoridades confirmaram que dez presos morreram no motim que foi controlado por volta das 8h (horário de Brasília), segundo informações da Secretaria de Segurança Pública.

A assessoria do ministro da Justiça diz que o governador do Estado, Robson Faria, entrou em contato com ele para informar que a rebelião havia terminado. "Ele (governador) agradeceu o apoio da Força Nacional, que está no Estado desde o ano passado e cuja presença por mais 60 dias já havia sido autorizada pelo Ministério da Justiça e Cidadania na semana passada", afirmou a assessoria do ministério.

De acordo com o ministério, Moraes autorizou que parte dos R$ 13 milhões do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) liberados recentemente para modernização e aquisição de equipamentos seja utilizada em construções que reforcem a segurança no presídio.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber