Geral

Como parte de plano de cortes da prefeitura, Spcine faz demissões

.

ALINE PELLEGRINI E MAURÍCIO MEIRELES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois do anúncio do prefeito João Doria de que realizaria uma série de cortes na prefeitura, a nova direção da Spcine entregou sua cota, com uma série de demissões. A reportagem confirmou, até agora, a realização de pelo menos quatro delas.

As demissões foram confirmadas pelo secretário municipal de Cultura, André Sturm, mas sem revelar números. "[Escolhemos] funções cujos cortes trariam menos problema", diz ele.

Entre tais funções, entraram a coordenação de captação e o departamento internacional da empresa pública. Sturm diz que a salas do circuito Spcine estão protegidas dos cortes.

"Vamos não só mantê-las, mas a ideia é ampliá-las este ano, se for possível."

O secretário, que não comentou sobre cortes em outros órgãos da cultura, diz que as demissões na Spcine já estão encerradas.

As demissões fazem parte do plano de cortar em 25% as despesas da gestão municipal, anunciado no dia 3 de janeiro por João Doria, com exceção da educação e da saúde. O prefeito ainda determinou uma redução de 15% do preço dos contratos com prestadores de serviços.