Mais lidas
Geral

Conselho Europeu pede a migrantes econômicos que não viajem à Europa

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, pediu nesta quinta-feira (3) que os migrantes econômicos não se dirijam à Europa.
O pedido foi feito após ele se reunir em Atenas com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.
"Quero lançar um apelo a todos os migrantes econômicos ilegais potenciais, de onde forem. Não venham à Europa. Não acreditem nos traficantes. Não coloquem em risco suas vidas e seu dinheiro. Tudo isso não servirá de nada", disse em uma entrevista à imprensa.
Tusk também afirmou que as decisões unilaterais tomadas por alguns países da União Europeia (UE) referentes à crise migratória prejudicam a solidariedade dentro do bloco.
"As decisões unilaterais, sem coordenação prévia, embora sejam compreensíveis em um contexto nacional, prejudicam o espírito europeu de solidariedade", disse o presidente do Conselho Europeu, em referência a alguns países europeus que restringiram o número de migrantes autorizados a entrar em seus territórios.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber