Geral

Mais alto do país, pico da Neblina "cresce" 1,5 metro após revisão do IBGE

.

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O pico da Neblina, no Estado do Amazonas, ponto mais alto do território brasileiro, ganhou um metro e 52 centímetros de altura a mais após uma atualização realizada pelo IBGE - e que resultou na mudança de altitude de sete pontos culminantes do país.
Localizado na cidade de Santa Isabel do Rio Negro (AM), próximo da fronteira com a Venezuela, o pico da Neblina passa agora a ter oficialmente 2.995,30 metros em relação ao nível médio do mar.
O mesmo aconteceu com o pico 31 de Março (também no Amazonas), o segundo ponto mais alto do Brasil. Ele ficou 1 metro e 52 centímetros maior com a atualização. O pico tem 2.974,18 metros de altitude.
Em 2004, os técnicos do IBGE baseados em Parada de Lucas, zona norte do Rio, foram enviados para escalar os principais picos do país e medi-los com uso de GPS. Antes disso, os registros eram feitos com barômetro.
Desta vez, porém, o IBGE não voltou aos locais para fazer novas medições. A revisão ocorreu porque o instituto elaborou um novo modelo de software para converter os dados do GPS para o nível médio do mar.
Os outros cinco picos ficaram um pouco mais baixos após as atualizações, informou o IBGE na manhã desta segunda-feira (29).
DEMAIS
É o caso dos picos da Bandeira (2.891,32 metros) e do Cristal (2.769,05 metros), ambos na Serra do Caparaó, divisa de Minas Gerais e Espírito Santo. O primeiro perdeu 66 centímetros e o segundo, 71 centímetros.
Pedra da Mina, em Minas Gerais, segue com o ponto mais alto da serra da Mantiqueira (na divisa de Minas, Rio e São Paulo), apesar de ter perdido 33 centímetros de altura. Ele tem agora 2.798,06 metros.
Já o pico das Agulhas Negras, no Rio de Janeiro, "encolheu" 61 centímetros. Ele tem agora 2.790,94 metros de altura. São, respectivamente, terceiro e quarto picos mais altos do território brasileiro.
Por fim, o Monte Roraima ficou um centímetro menor. Localizado na tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana, tem 2.734,05 metros em seu ponto mais alto, segundo a atualização divulgada pelo IBGE.