Mais lidas
Geral

Sesa confirma mais cinco mortes por dengue em Paranaguá

.

A dengue é mais perigosa em idosos, gestantes e doentes crônicos - Foto: Divulgação
A dengue é mais perigosa em idosos, gestantes e doentes crônicos - Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) do Paraná confirmou, em boletim divulgado nesta terça-feira (23), que mais cinco pessoas morreram de dengue no município portuário de Paranaguá. Conforme a Sesa, já foram registradas nove mortes provocadas pela doença na cidade desde o início do ano, quase a totalidade das 11 ocorridas em território paranaense.  

A Sesa ainda investiga outras 11 mortes no estado, sendo outros nove em Paranaguá, uma em Sarandi (norte do Estado) e uma em Cascavel (oeste).O boletim aponta ainda um aumento de 33% no número de casos de dengue no Estado.  De 5.541, agora são 7.360 casos de dengue confirmados no Estado neste período epidemiológico.

EPIDEMIA EM 16 MUNICÍPIOS - O total de municípios em situação de epidemia também aumentou, de 15 para 16. Para o cálculo, é levado em consideração o número de casos de dengue registrados no município. Mais de 300 casos para cada 100 mil habitantes já é considerada situação de epidemia. Além de Rancho Alegre, Munhoz de Mello, Paranaguá, Assaí, Santo Antônio do Paraíso, Mamborê, Cambará, Tapira, Itambaracá, Santa Isabel do Ivaí, Serranópolis do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Nova Aliança do Ivaí, Foz do Iguaçu e Guaraci, a cidade de Jataizinho, no norte pioneiro, foi incluída na lista.

ZIKA
O último boletim da Sesa  confirma também 36 novos casos de zika vírus. No total, o Paraná já confirmou 84 casos do vírus desde agosto de 2015, sendo 32 casos autóctones, 38 importados e 14 em investigação para determinar a origem.

CHIKUNGUNYA
No período epidemiológico de agosto de 2015 até o último boletim da Sesa, o Paraná contabiliza 14 casos de chikungunya, dois autóctones e 12 importados. Os casos autóctones são dos municípios de Mandaguari e Rancho Alegre, ambos na região norte do Estado.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber