Mais lidas
Geral

Para "The New York Times", Morales não deve concorrer a novo mandato

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O jornal norte-americano "The New York Times", em editorial publicado nesta sexta-feira, defendeu o "Não" no referendo constitucional que será realizado neste domingo na Bolívia para decidir se o presidente do país, Evo Morales, poderá concorrer nas eleições de 2019.
Intitulado "Três mandatos são suficientes para Morales", o jornal destaca as realizações do presidente boliviano, mas considera que ele não deve se perpetuar na Presidência.
"Uma década no poder mudou Morales, e não para o bem. Tornou-se cada vez mais arrogante e autoritário, aparecendo em comícios e discursos como a única salvaguarda contra os radicais de direita que querem restaurar uma oligarquia", diz o texto do "The New York Times".
No editorial, o diário lamenta que Morales tenha decidido ignorar o amplo consenso na Bolívia em favor de continuar a desenvolver a sua visão de inclusão social e igualdade.
Em vez disso, diz o "NYT", o líder boliviano estimulou uma cultura de "conosco" ou "contra nós" que envenenou a política do país.
O jornal aponta alguns escândalos de corrupção que afetaram a imagem do governo, apesar de seu bom desempenho na frente macroeconômica.
Os bolivianos decidirão neste domingo se um presidente pode exercer três mandatos consecutivos, em um referendo promovido por Morales para modificar a Constituição que ele promulgou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber