Geral

Ofensiva dos EUA contra EI na Líbia mata dezenas, diz mídia americana

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dezenas de pessoas morreram em um ataque aéreo dos Estados Unidos contra a facção terrorista Estado Islâmico nas imediações da cidade de Sabratha, na Líbia, segundo a imprensa americana.
De acordo com o "The New York Times", a ação teria visado um agrupamento de milicianos. A informação também foi confirmada por uma fonte da agência Associated Press.
O principal alvo seria Noureddine Chouchane, terrorista envolvido em dois grandes ataques na Tunísia em 2015: a contra o Museu do Bardo, em que 22 pessoas morreram, e outra em uma praia turística de Sousse, cujo saldo de mortos alcançou 38.
No entanto, a morte de Chouchane ainda não foi confirmada. Segundo o prefeito de Sabratha, ouvido pela agência de notícias Reuters, ao menos 41 pessoas morreram e seis ficaram feridas no bombardeio.
Sabratha está localizada em uma região de fronteira com a Tunísia, que, segundo o governo de Túnis, abriga campos de treinamento do EI.
Desde a queda do ditador Muammar Gaddafi, em 2011, a Líbia atravessa um vazio político e disputas pelo poder que abriram espaço para a entrada do EI em seu território. A facção tomou a cidade de Sirte e já atacou portos de escoamento de petróleo.
Onde fica