Mais lidas
Geral

Não foi lobby que motivou mudança de zoneamento nos Jardins, diz Haddad

.

GUILHERME BRENDLER
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse na noite desta segunda-feira (15) que a alteração na lei de zoneamento para não autorizar bares e restaurantes em bairros como Jardins e Pacaembu não se trata de lobby. Segundo Haddad, a mudança é fruto de discussões com os moradores.
A Folha de S.Paulo revelou nesta segunda que o projeto da lei de zoneamento em discussão na câmara de vereadores foi alterado para proibir bares e restaurantes em áreas nobres.
"Os argumentos [dos moradores] foram levados ao Executivo e o Executivo está dando aval às alterações que o relator está propondo. Portanto, não considero lobby bem concessão", disse Haddad na cerimônia de abertura do ano judiciário 2016 no Tribunal de Justiça de São Paulo.
"Uma lei com essa importância é uma lei que tem que ser pactuada com a sociedade. Não pode haver lado vencedor nem lado perdedor."
Haddad disse que a mudança é fruto de negociações feitas em audiências públicas. "Me parecem meritórias as propostas que estão sendo feitas", afirmou.
"Existe uma legislação específica para bairros tombados. O relator [vereador Paulo Frange] entendeu que bairros tombados precisam de um tratamento específico. Submeteram à secretaria municipal de desenvolvimento urbano, que entendeu legítimas as pretensões dos moradores."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber