Mais lidas
Geral

Em encontro no Marco Zero, blocos líricos levam poesia e romantismo ao Carnaval do Recife

.

KLEBER NUNES
RECIFE, PE (FOLHAPRESS) - A poesia e o romantismo dos antigos Carnavais invadiram o Recife nesta segunda-feira (8). O principal palco da folia em Pernambuco, a praça do Marco Zero, no Recife Antigo, foi o ponto de encontro dos famosos blocos líricos.
Ao todo, 14 grupos participaram da edição do encontro deste ano. Formados por uma orquestra de pau e corda e de um coral feminino, os grupos cantam e dançam o frevo de bloco.
Com passos lentos, os componentes exibem fantasias luxuosas com inspiração européia. A frente de cada bloco vai o flabelo, espécie de estandarte que leva o nome e o ano de fundação do grupo. Geralmente, são enfeitados com plumas e muitas lantejoulas.
"É encantador ver esse grupos líricos com esses frevos lindos. O que mais me encanta são as músicas", afirmou Inês Jacó, 37, de Teresina.
Os blocos líricos surgiram nos bairros da região central do Recife na década de 1920, com o apoio de intelectuais, e possuíam semelhança com os ranchos carnavalescos do Rio do fim do século 19.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber