Mais lidas
Geral

Mais de 400 mil foliões saem pelas ruas do Rio no domingo de Carnaval

.

BRUNA FANTTI E ISABELA DIAS
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O domingo de Carnaval no Rio reuniu mais de 400 mil pessoas em 89 blocos. Cordão do Boitatá, no centro do Rio, Bangalafumenga, no Aterro do Flamengo, e Thriller Elétrico, em Vila Isabel, estiveram entre os destaques do dia.
O recordista de público foi o Bangalafumenga, que reuniu mais de 100 mil pessoas na tarde deste domingo (7), segundo estimativa da Riotur (empresa de turismo da prefeitura).
Na 20ª apresentação de sua história, o Cordão do Boitatá trouxe a crítica aos políticos em fantasias irreverentes, como a de um grupo de mulheres com maquiagem que imitava hematomas no rosto, todas com a mesma placa pendura no pescoço: “Ex-mulher do Pedro Paulo”. Era uma referência ao secretário-executivo de Coordenação de Governo do Rio, Pedro Paulo (PMDB-RJ), que ficou conhecido nacionalmente por um caso de agressão a sua ex-mulher. Ele é candidato do prefeito Eduardo Paes (PMDB) à sucessão municipal deste ano.
A menção ao vírus da zika veio associada a críticas à presidente Dilma, ao senador Aécio Neves (PSDB) e ao deputado Eduardo Cunha (PMDB) na fantasia de outro grupo, que trazia o cartaz: “Inseticidas! Ação total contra: Aécio Aegypt, Dilma Zika e Chikun Cunha”.
MICHAEL JACKSON
Em Vila Isabel, na zona norte do Rio, a atração foi o bloco temático “Thriller Elétrico”, que apresentou músicas de Michael Jackson com batidas de Carnaval.
No palco montado na praça Barão de Drumond, foliões fizeram a coreografia chamada de Moonwalk, uma marca registrada do cantor.
Criado em 2013, o bloco reuniu muitas crianças também fantasiadas ou, ao menos, com adereços que faziam referência a Michael Jackson, como as luvas brancas, por exemplo.
O “Thriller Elétrico” reuniu 5 mil pessoas nesta edição, segundo a Riotur.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber