Mais lidas
Geral

Regiões não turísticas de Nova York reclamam de abandono pós-nevasca

.

THAIS BILENKY
NOVA YORK, EUA (FOLHAPRESS) - Enquanto Manhattan e outras regiões de Nova York voltaram à quase normalidade horas depois da nevasca que atingiu a costa leste dos Estados Unidos, algumas regiões permanecem intransitáveis nesta segunda-feira (25).
O bairro do Queens, onde há uma comunidade brasileira expressiva, o Bronx e Staten Island voltaram ao trabalho com ruas intocadas por serviços municipais.
Moradores protestaram contra a falta de assistência e contra a decisão do prefeito, Bill de Blasio, de abrir as escolas normalmente no primeiro dia útil após a tempestade.
Ele admitiu o problema. "Eu ouço você, Queens", disse no Twitter, no domingo à noite. "Não desistiremos enquanto o trabalho não estiver finalizado."
De Blasio visitou o Bronx na segunda de manhã e postou foto de "alguns dos milhares trabalhando sem parar" para o bairro voltar à normalidade.
O prefeito argumentou que as escolas funcionariam para receber as crianças cujos pais teriam de trabalhar.
A tempestade foi a segunda maior registrada desde 1869, com acúmulo de 68 centímetros de neve no Central Park, de acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber